Sejam bem-vindos ao outro lado do espelho, onde tudo pode acontecer (e acontece).

Wonderlando é um blog sobre textos diversos, descobrimentos e crescimento. A filosofia gira em torno do acaso, misturando fantasia e realidade de dois amigos que se conheceram também por acaso, Alice - que tem um país só seu -, e Yuri - chapeleiro e maluco nas horas vagas.

Leia, comente e volte sempre... Ou faça como a gente e não saia nunca mais.

19 de novembro de 2006

Queria estar com mais paixão para declarar meu carinho com mais amor

Descobri a palavra serendipity em um belo acaso e relembrei-a em um belo momento. Mas este momento passou e fica cada dia mais difícil pensar nas maravilhosas e acidentais descobertas que fiz. Quando a felicidade chega é melhor aproveitá-la, jurar amor ao mundo todo, pois nunca se sabe quando o mundo jurará ódio a você.

Possivelmente, então, as serendipities que eu relataria no momento passado fossem outras, por outros motivos, com mais amor do que se o relato se desse hoje. Ou talvez, as minhas serendipities do presente perturbado sejam as reais, pois, mesmo estando num estado infeliz, pude ver as surpresas fantásticas que abalaram minha vida.

Minha serendipity mais antiga é a Tuti. Paixão.

Outra é a descoberta de uma língua pela qual sou devota e apaixonada: o inglês. Esta língua e todas as portas que me trouxe são presentes pelos quais tenho um enorme carinho.

Após um longo período de tristeza e de ódio profundo, as coisas mudaram e fiz minha melhor e maior serendipity. Umas poucas pessoas fizeram o meu 2005 não mais ser o reflexo da Alice fracassada e de suas incapacidades. Entendi o que era amizade, aprendi a dar valor pra mim mesma, percebi que preciso mudar. E duas pessoas se destacaram durante essa jornada: a Belisa e você.

A Belisa, por mais confusos que estejam meus sentimentos agora, você sabe e conhece. Impossível não amá-la.

E você, o que dizer? Arrependo-me de não ter mudado mais cedo, de não ter te apreciado mais quando estávamos juntos todos os dias. Mas o que mais me surpreende é o sentimento de que nós nunca construímos uma amizade. Tenho a impressão que ela sempre esteve lá, conversamos hoje do mesmo modo de um ano atrás.

Sou muito agradecida por ter te encontrado. Você me faz crescer e isso te torna essencial para mim. Assim como todas minhas serendipities.

2 comentários:

.H.deLata. disse...

vc é minha querida! =D
e eu te adoro.

Hellen-sama disse...

Bem, eu queria te fazer um convite muito especial: EU QUERO ARRANCAR A CABEÇA DO PAPAI noHELL!!
Voce me ajuda?
Aquele velho pançudo não trouxe nada do que eu pedi na minha cartinha. Eu me comportei com uma boa menina o ano todo e...nada!! Tragam a cabeça do NoHell!