Sejam bem-vindos ao outro lado do espelho, onde tudo pode acontecer (e acontece).

Wonderlando é um blog sobre textos diversos, descobrimentos e crescimento. A filosofia gira em torno do acaso, misturando fantasia e realidade de dois amigos que se conheceram também por acaso, Alice - que tem um país só seu -, e Yuri - chapeleiro e maluco nas horas vagas.

Leia, comente e volte sempre... Ou faça como a gente e não saia nunca mais.

22 de novembro de 2010

Reconstrução


Eu quero parar de mentir, ser mais sincero sem ter que fugir. Posso parar de me bater, socar minha própria cara pra tentar me convencer. Eu quero parar de roubar, seja dinheiro, abstratismos ou coisas que eu não preciso. Eu não preciso de nada disso. Eu te disse que eu poderia deixar de odiar meu próprio coração, eu sinto que posso. Eu juro que estou tentando.

Eu posso ouvir mais e tentar sorrir nas fotos. Dizer “oi” quando conversam comigo. Eu posso arriscar um diálogo, me abrir mais... Eu queria não me odiar tanto, não odiar tanto os outros. Me mexer mais, desejar e lutar mais. Porque eu sinto algo bom perdido em algum lugar na parte de dentro.

Eu quero tentar ter um pouco mais de fé nas coisas. Eu quero tentar e acreditar que consigo ser maior do que eu posso suportar. Parar de desejar um coração perfeito e construir algo melhor em mim.

Eu posso parar de arrancar as cascas das minhas feridas. Melhor ainda, eu posso parar de me machucar tanto, tentar manter o sangue na parte de dentro. Eu posso parar de usar muitas drogas, tomar muitos remédios e beber perfume quando você não está vendo. Eu posso tentar ouvir menos o que as vozes me dizem. Eu quero parar de querer me matar pelo menos uma vez por dia.

São tentativas, batalhas conquistadas ou perdidas. Mas sou eu, são minhas.

...Falhas construídas.

5 comentários:

Brunna S. disse...

acho que é um pouco disso que todo mundo faz. vc é destruído e ao mesmo tempo construído pelo que acontece e o que tem ao seu redor, o que faz, o que vive. uma reconstrução permanente. talvez alguns mais, outros menos.
acho q os q não aguentam esse processo, simplesmente se matam. ou escolhem ignorar a desconstrução, parece q só enxergam o q se constrói. são aqueles q eu chamo de "otimistas". eu não sei o q é isso. prefiro me equilibrar.

gostei do texto!

Alice disse...

acho que essa pode ser a parte final do último texto do ano: suas resoluções para 2011

• YuЯi KiddO • disse...

eu acho que quero deixar o wonder. =(

Alice disse...

por quê?

Au Revoir disse...

É tão eu. Se tu deixar o wonder o que eu vou fazer cara?