Sejam bem-vindos ao outro lado do espelho, onde tudo pode acontecer (e acontece).

Wonderlando é um blog sobre textos diversos, descobrimentos e crescimento. A filosofia gira em torno do acaso, misturando fantasia e realidade de dois amigos que se conheceram também por acaso, Alice - que tem um país só seu -, e Yuri - chapeleiro e maluco nas horas vagas.

Leia, comente e volte sempre... Ou faça como a gente e não saia nunca mais.

23 de março de 2010

Controle

Acordei com vontade de destruir as belezas naturais. Ceifar todas as flores, secar todas as folhas e apodrecer todos os frutos. Tenho vontade de me sobrepor a Natureza para ser enterrado no meio das nuvens, e depois, chover por todo lugar.

Tentem entender que nada me conserta, que eu não fui criado para crescer assim. Me questiono sobre o significado dos meus sentidos. Por que existem as cores, se a luz e a sombra me são suficientes? Existência... O que isso importa? Eu existo nos melhores termos que eu posso.

O passado não é parte do futuro. O presente está entregue. Neste tempo, eu perdi o controle.





"I'll walk you through the heartbreak,

Show you all the out takes,
I can't see it getting higher,
Systematically degraded,
Emotionally a scapegoat,
I can't see it getting better."

2 comentários:

Lucas Zecchin disse...

É tão belo quanto quando todas as cores se originam de



















Uno !

Dai disse...

Apesar dessa aparente vontade de destruição, o que parece direcionar é o desejo de mudança.

Quase nunca consigo achar ruim o 'perder o controle', então para mim: perca.

beijo