Sejam bem-vindos ao outro lado do espelho, onde tudo pode acontecer (e acontece).

Wonderlando é um blog sobre textos diversos, descobrimentos e crescimento. A filosofia gira em torno do acaso, misturando fantasia e realidade de dois amigos que se conheceram também por acaso, Alice - que tem um país só seu -, e Yuri - chapeleiro e maluco nas horas vagas.

Leia, comente e volte sempre... Ou faça como a gente e não saia nunca mais.

28 de setembro de 2010

Companheiro

Contente cheguei com colegas. Clube caótico, concorrido. Cruzei com conquistador certeiro. Criteriosa como costume, contrariamente convenceu-me. Curiosa, convidei-o com coragem, convoquei-o com cada cara charmosa. Cego... cortou-me com costas!

Cadê?!

Cá! Cantando com colegas, comigo conjuntamente. Chantageei-o com curtas cobertas cobrindo coxas, caindo cuidadosamente com chão. Chato, cessou contato!

Caramba... cadê?!

Contando cada canto, consegui calar comigo carnais chances.

Choque! Cá, compartilhando comigo calorosa calmaria. Como conseguir? Comecei criando contato: caminhei casualmente cabisbaixa. Cruzamos com compostura... corei! Cravei cobiça carnal. Cabe comportar-me com classe convincente, cedendo caras com chances concretas.

Cruzamos, correspondeu-me claramente com cara convidativa.

Calma... chama-me!

Calma... convide-me!

Calma... conquiste-me!

Canalha! Chega, cansei!

Cerco-o com corpo, cicio cínica charada “cansei, camundongo”. Cortês, comigo concorda. Concedo chance conquistadora... contesta-me “cual ceu cigno?”.

COMO?!?!!?!?!

Conquistou... como compreender?

2 comentários:

• YuЯi KiddO • disse...

sen-sa-ci-o-nal!

que aliteração foda!
parabéns lice!

Alice disse...

brigada yu :)

dá trabalho essas aliterações, viu? são dias lendo o dicionário hahahah