Sejam bem-vindos ao outro lado do espelho, onde tudo pode acontecer (e acontece).

Wonderlando é um blog sobre textos diversos, descobrimentos e crescimento. A filosofia gira em torno do acaso, misturando fantasia e realidade de dois amigos que se conheceram também por acaso, Alice - que tem um país só seu -, e Yuri - chapeleiro e maluco nas horas vagas.

Leia, comente e volte sempre... Ou faça como a gente e não saia nunca mais.

4 de abril de 2008

Pareidolias

Na sacada, olhávamos a vista. Você me abraçava e eu pensava em como lidar com a situação. Não conseguia estar presente ali, você também não. Eu pensava em como fazer tudo parar para poder aproveitar e você pensava que nunca mais faria isso. Eu tentava fingir que isso era tudo o que precisava.

Alucinações, ilusões, delírios... não importa o que foi aquilo, me tirou dali, me fez pensar no tanto mais que há. Você nem viu. Não queria ver, estava dando adeus e eu nem percebia. Fiquei ausente e você também não viu minha evasão. Estávamos tão egoístas juntos, presos nos nossos próprios nós. Só fui te perceber quando veio sussurrar. Conversamos assim. Nos percebemos assim, era gostoso ser assim. Ser semi palavras.

Recuei, queria te olhar. Você não deixou.

2 comentários:

Lígia Ruy disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Talita Galli disse...

alguns nunca nos deixam os conhecer por inteiro. e pelo nós, ficamos assim.

mas mesmo quando as partes satisfazem, as vezes o completo faz falta.



as poucas palavras que dizem tanto.
gostei, gostei, muito =)

=*