Sejam bem-vindos ao outro lado do espelho, onde tudo pode acontecer (e acontece).

Wonderlando é um blog sobre textos diversos, descobrimentos e crescimento. A filosofia gira em torno do acaso, misturando fantasia e realidade de dois amigos que se conheceram também por acaso, Alice - que tem um país só seu -, e Yuri - chapeleiro e maluco nas horas vagas.

Leia, comente e volte sempre... Ou faça como a gente e não saia nunca mais.

28 de março de 2006

Folhas verdes voando entre os túmulos

Hoje fui num jardim. Era cedo, tinha tempo, queria ar.
Mas que lindo jardim! Plantas e fontes, aquele barulho suave das folhas mexidas pelo vento, a água da fonte passando aquele sentimento de calma. Os pássaros, poucos que tinham, piavam. Porém tudo entrava em desarmonia com os sons dos motores na avenida. Não se pode ter tudo perfeito, não é?
Eu estava sozinha no jardim. Não parecia ser muito grande, então fui andando calmamente, olhando as plantas e pedras. Um rajada de vento forte passou e muitas folhas verdes caíram na minha frente. Não eram tão bonitas quanto as flores amarelas, mas foi gostoso, minha vista agradecia.
Percebi coisas enterradas no chão. Havia nomes e datas. Palavras de saudade e amor. Mas que tolice, Alice, pessoas não nascem em árvores!

***

Felicidade para mim é estar feliz e saber disso.

***

Quem eu amo? (In)Felizmente eu me apaixono rápido. Apaixonar no sentido de amar, não importa se é amor de amigo ou amor de "algo mais".
Amo minha mãe, meu pai, meu irmão...
Amo minha cã... e dela sinto falta há cada segundo que passa. Não sei, é estranho.
Amo meus amigos, sinto falta deles do meu lado... eu demoro tanto pra me acostumar com as coisas, que o apoio deles é essencial pra me manter indo. O apoio deles que me fez ser quem sou, estar como estou. E ser obrigada a manter essas relações via internet está me deixando louca.

***

Quem você ama?

Um comentário:

Alice, in hopes of finding that damn rabbit disse...

YU!!
Não tenho palavras pra descrever o que hoje foi pra mim... só o meu sorriso pode tentar explicar.
A gente é mto lesa, não? Putz, eu ri tanto... e fazia tanto tempo que isso não acontecia, a saudade tá difícil.
Mas finalmente a gente conversou, não? hehehe... gostei, foi mto bom, mas seus olhos me intimidam. Certas pessoas olham de verdade, olham dentro de nós e você é uma delas. Parece que só de ver, vc sabe tudo o que se passa dentro de mim, lendo meus segredos...
Ah, sobre aquele negócio de nem sempre entender, eu posso dizer que se eu perder algo que vc quis que eu entendesse, me avisa!! Daí eu volto, leio de novo e tento pescar! hehehe

beijos yu! já tô com saudades de novo!