Sejam bem-vindos ao outro lado do espelho, onde tudo pode acontecer (e acontece).

Wonderlando é um blog sobre textos diversos, descobrimentos e crescimento. A filosofia gira em torno do acaso, misturando fantasia e realidade de dois amigos que se conheceram também por acaso, Alice - que tem um país só seu -, e Yuri - chapeleiro e maluco nas horas vagas.

Leia, comente e volte sempre... Ou faça como a gente e não saia nunca mais.

6 de março de 2006

Histórias do apto 12

Todo Carnaval tem seu Fim


Dona Inês sentou-se comigo numa tarde dias antes do carnaval. No meio de outras palavras, soltou um "Eu odeio Carnaval". Por que?
"Quando eu tinha mais ou menos uns 13 anos, eu tinha um namoradinho que queria ir ao baile, onde todos estariam fantasiados e alegres. Concordei e logo me pus a trabalhar cortando cana ou na colheita, não importa, eu só precisava do dinheiro. Consegui, e fiz um vestido lindo com lantejoulas coloridas e tudo mais. Avisei minha mãe que iria sair e fui. No meio do baile aparece meu pai furioso porque tinha ido ao baile, tentei me esconder embaixo dos panos de uma senhora mas ele me viu e me puxou pelos cabelos, naquela época eu tinha um cabelão comprido comprido e liso que só vendo, me deu um tapa na frente de todo mundo, me xingou. Saí correndo pra casa e me escondi debaixo da cama, chorando de medo pedi para que minha mãe não deixasse que ele me batesse, eu não estava fazendo nada de errado e não merecia aquilo tudo. Ele chegou, meus pais discutiram enquanto eu chorava no meio da poeira. Por vergonha, nunca mais eu vi o menino que namorava e saí de casa no dia seguinte. E essa é a minha vida. Sempre fui fudida meu filho." Seus olhos enxeram-se de lágrimas, junto dos meus...



Tudo tem motivo, ninguém fala as coisas por falar. Histórias que agradam, outras, nem tanto.

3 comentários:

.H.deLata. disse...

era pra ter postado tudo isso muito antes, mas o blog tava zuado e n deixou ¬¬
mas ta valendo neh =D

bruna disse...

por essas e outras que eu ainda hei de dar uma vida de rainha pra ela...do baile ou não,tanto faz,mas de RAINHA.

DRIKA disse...

se eu pudesse escolher só um desejo, e não pudesse escoher mais desejos, eu ia querer todos os dias ser tão feliz quanto eu estou hoje!!! ;)